Crie uma estratégia de conteúdo em 5 etapas: Pare de desperdiçar seu tempo com conteúdo (a menos que você tenha uma estratégia)

Aula magistral de marketing de conteúdo: Parte Dois

Se você leu a Parte Um desta Masterclass de Marketing de Conteúdo, deve estar bem ciente de todos os benefícios do marketing de conteúdo para sua empresa.

Muito animado? Já somos dois.

Entretanto, antes de começar a produzir conteúdo por conteúdo, você deve considerar seriamente a criação de uma estratégia sólida de conteúdo.

Se pular essa etapa, você corre o risco de gastar muito tempo, energia e recursos para obter muito pouco retorno. Portanto, espere um pouco para escrever aquele blogpost matador e descubra como criar uma estratégia de conteúdo passo a passo.

Você me agradecerá mais tarde.

Esta postagem é a segunda parte de uma nova série de masterclass sobre marketing de conteúdo. Acreditamos que esse é um tópico incrivelmente importante e, de acordo com uma pequena pesquisa que fizemos, você também acredita. O problema é que há muito conteúdo sobre marketing de conteúdo por aí (falando em meta) e muitas das informações são conflitantes.

Trazemos esta Masterclass para você em parceria com Anouck Meier, Chief Storytelling Officer da Ampersand. Anouck é um redator de conversão e estrategista de marketing de conteúdo que já trabalhou com várias marcas, grandes e pequenas, para ajudá-las a atingir suas metas de negócios por meio de conteúdo estratégico. Vamos esclarecer a história do conteúdo de uma vez por todas em um guia abrangente. Pronto para mergulhar de cabeça?

- Jeroen Corthout, cofundador Salesflare, um CRM de vendas fácil de usar para pequenas empresas B2B

obter Salesflare

O que é estratégia de conteúdo?

"Estou tão empolgado para falar sobre estratégia, definições, jargões de negócios e palavras sem sentido!".
- ninguém nunca

Embora esse assunto aparentemente faça com que muitas pessoas muito inteligentes queiram se sentar em um canto e chorar, é importante ter um entendimento comum do que é uma estratégia de conteúdo.

Uma estratégia define um curso de ação específico que o levará de onde sua empresa está agora para onde você quer que ela esteja. Ela é basicamente "Onde jogar e como vencer."

Uma estratégia de conteúdo, especificamente, orienta você na criação, publicação, distribuição e gerenciamento de conteúdo útil. Ela define como você usará o conteúdo para atingir suas metas de negócios e atender às necessidades do seu público.

Seu conteúdo precisa ter uma finalidade bem planejada e essa finalidade deve estar alinhada com os objetivos da sua empresa. Desde o menor tweet até a épica série de 10 partes da Masterclass Blog Series: se não estiver alinhado com a visão maior da sua empresa, será um desperdício de tempo, energia e dinheiro.

Os 5 elementos-chave a serem considerados em sua estratégia de conteúdo são:

  • O que Você está tentando alcançar?
  • Quem você está mirando? Quem é seu público?
  • Qual é a história exclusiva de sua marca?
  • Quais formatos de conteúdo você usará?
  • Quais canais você usará para distribuir seu conteúdo?

Essas são perguntas cruciais a serem respondidas antes de determinar como você criará, publicará e distribuirá conteúdo de forma consistente em seu plano de marketing de conteúdo.

Vamos nos aprofundar em cada uma dessas questões abaixo, quando entrarmos no âmago da questão de como criar sua própria estratégia de conteúdo.

estratégia de conteúdo: 5 etapas principais
Não há estratégia sem esquema.

Por que preciso de uma estratégia de conteúdo?

Se você ainda não tem uma estratégia de conteúdo, não está sozinho. De fato, as estatísticas mostram que a estratégia de conteúdo é uma das áreas em que os profissionais de marketing mais têm dificuldade (Fonte: Content Marketing Institute):

  • 63% das empresas não têm uma estratégia de conteúdo documentada
  • 64% dos profissionais de marketing precisam de ajuda para criar uma estratégia de conteúdo melhor
  • 60% dos profissionais de marketing acham difícil produzir conteúdo estratégico de forma consistente

O problema é que: sem uma estratégia, o sucesso ou o fracasso é apenas uma questão de sorte - e você corre o risco de desperdiçar todos os seus preciosos esforços. 🤯

Criar conteúdo sem um plano é como fazer uma caminhada na natureza sem um mapa ou uma bússola: você pode até chegar ao topo e voltar para a civilização no final, mas é bem provável que acabe vagando sem rumo, ficando frustrado e com fome (e, dependendo da sua localização, um urso pardo pode ter você como almoço). 🐻

Não é de surpreender que as empresas que têm uma estratégia tenham maior probabilidade de sentir que seus esforços de marketing de conteúdo são bem-sucedidos.

Quando perguntados sobre quais fatores os profissionais de marketing B2B atribuíram ao aumento do sucesso de seu marketing de conteúdo, 72% se referiram ao desenvolvimento e/ou ajuste da estratégia. (Fonte: Content Marketing Institute)

Também vale muito a pena documentar sua estratégia: 62% dos profissionais de marketing mais bem-sucedidos têm uma estratégia de conteúdo documentada. (Fonte: Content Marketing Institute). De acordo com a pesquisa anual da MarketingProfs, esses profissionais de marketing:

  • têm muito mais probabilidade de se considerarem eficazes no marketing de conteúdo
  • sentir-se significativamente menos desafiado em todos os aspectos do marketing de conteúdo
  • são capazes de justificar o gasto de uma porcentagem maior de seu orçamento de marketing em marketing de conteúdo
mapeamento de sua estratégia de conteúdo
Criar conteúdo sem uma estratégia é como fazer uma caminhada na natureza sem um mapa (lembre-se: você ainda precisa consultar o mapa e escolher a rota certa se não quiser ficar preso à beira de um penhasco como este).

Estratégia de conteúdo = sucesso de conteúdo

Se você abordar o marketing de conteúdo estrategicamente, ele ajudará sua empresa a planejar fontes confiáveis e econômicas de tráfego do site e de leads novos e qualificados. Até mesmo uma única peça de conteúdo perene pode criar essa quantidade constante de tráfego orgânico, e adicionar um brinde à mistura ajudará a gerar leads para você com o passar do tempo.

Além disso, seu conteúdo não só ajudará a atrair leads, como também ajudará a educar seu público-alvo e a gerar consciência para sua marca.

Não é de se admirar que aprender a criar uma estratégia de marketing de conteúdo eficaz e escalável seja uma das maiores necessidades educacionais dos profissionais de marketing. (Fonte: Content Marketing Institute).

Se você também tem se perguntado como criar uma estratégia de conteúdo para sua empresa, estou aqui para ajudar. Chega de jogar espaguete contra a parede: vamos mergulhar de cabeça para aprender os detalhes de como criar uma estratégia de conteúdo.


Como criar uma estratégia de conteúdo matadora em 5 etapas

Este guia o orientará em cinco etapas para desenvolver e executar um plano de marketing de conteúdo que o ajudará a expandir seus negócios sem desperdiçar tempo e dinheiro.

 

Etapa 1 - Objetivos: por que você está criando o conteúdo que está criando?

É provável que você queira produzir seu conteúdo para atender a um dos seguintes objetivos:

  • Atrair novos leads de alta qualidade e, por fim, clientes pagantes
  • Realizar mais vendas, aumentando sua receita
  • Aumentar a conscientização sobre sua empresa e criar um burburinho sobre ela
  • Ganhar influência e autoridade
  • Promover uma comunidade e dar à sua tribo um motivo para falar de você aos outros

É fundamental ter clareza quanto aos objetivos exatos que está tentando alcançar. Mas você também precisa ter uma maneira de saber quando as alcançou. É aí que entra a definição de indicadores-chave de desempenho (KPIs) para sua estratégia de marketing de conteúdo.

Eles incluirão o que você planeja alcançar em termos de:

  • Receita
  • Vendas
  • Tráfego
  • SEO
  • Marketing por e-mail (crescimento da lista, taxas de abertura, taxas de cliques, etc.)
  • Métricas de mídia social
  • Despesas de marketing

Anote suas metas e KPIs e planeje monitorar regularmente seu progresso em direção a essas metas. Não há nada que lhe proporcione um nerdgasmo como marcar essas caixas e ver as métricas resultantes do seu trabalho árduo.

 

Etapa 2 - Público: quem é o público-alvo do seu conteúdo?

Parece uma pergunta bastante simples, certo?

Na realidade, porém, muitas vezes vejo empresas errando completamente o alvo nesse ponto. E acredite em mim: se você não conseguir definir adequadamente o público-alvo do seu conteúdo e compreendê-lo de verdade, será praticamente impossível atingir as ambiciosas metas de conteúdo que você definiu na etapa 1.

Evite a armadilha clássica dos novatos de tentar atingir "qualquer pessoa" ou um público-alvo definido de forma excessivamente ampla. Quando se trata de conteúdo, um tamanho não serve para todos: se você estiver tentando falar com todos ao mesmo tempo, ninguém sentirá que seu conteúdo foi escrito para ele.

Sua estratégia de conteúdo só pode ser eficaz se você definir claramente o público-alvo do seu conteúdo. Ao conhecer seu público-alvo, você pode produzir conteúdo mais relevante e valioso que ele desejará ler e converter.

Tente esclarecer as seguintes questões:

  • Quem exatamente você deseja atingir com seu conteúdo?
  • Quais são suas preferências?
  • Onde eles estão se encontrando?
  • Quais tipos de mídia ou quais plataformas são mais atraentes para eles?
  • Quais são seus problemas?
  • Como você pode ajudá-los?

Faça o que fizer, não presuma que você sabe as respostas!

A pesquisa de clientes é vital para qualquer estratégia de conteúdo bem-sucedida. É possível coletar dados valiosos verificando que tipos de sites seus clientes potenciais já estão visitando, com quais conteúdos eles se envolvem e em quais plataformas de mídia social eles compartilham conteúdo.

Uma das formas mais básicas de pesquisa de clientes é entrar em um diálogo com seus clientes potenciais ou clientes. Pergunte o que eles estão procurando e como você pode ajudá-los a resolver problemas. Conduza uma pesquisa simples ou crie um pop-up em seu site perguntando a eles. Vá e saia com eles nos grupos do Facebook ou converse no Twitter. Monitore o que eles estão falando e as perguntas que estão fazendo.

Dica extra: mantenha um arquivo no qual você colete esses dados e não se esqueça de copiar o texto exato - isso se tornará um arquivo valioso para informar seu texto no futuro.

Deseja algo um pouco mais avançado? Ative o Google Demographics and Interests para verificar os tipos de sites com os quais os clientes potenciais se envolvem. Em seguida, dê uma olhada no Google Analytics para ver o conteúdo com o qual eles se envolvem e analise quais plataformas sociais são populares para compartilhamento em páginas de conteúdo.

No Google Analytics, clique em Behavior (Comportamento) > Site Content (Conteúdo do site) > Content Drilldown (Detalhamento do conteúdo) para determinar qual conteúdo está produzindo os melhores resultados.

Com todas essas informações, você está pronto para criar conteúdo direcionado ao seu público-alvo, em vez de apenas o conteúdo que você quer ler. Em uma das próximas partes desta Masterclass, vamos nos aprofundar muito mais no assunto de geração de ideias de conteúdo.

Por fim, não se esqueça de revisar seus parâmetros de público-alvo regularmente, realizando pesquisas com clientes.

estratégia de conteúdo - com quem você está falando?
Você tem uma ideia clara de com quem está falando? - Foto de William Moreland no Unsplash

 

Etapa 3 - Formatos: Que tipo(s) de conteúdo você criará?

O próximo passo é determinar quais tipos de conteúdo/formatos criar.

Há uma infinidade de opções por aí. Aqui estão alguns dos formatos de conteúdo mais populares que os profissionais de marketing estão criando:

  • Publicações no blog
  • Vlogs
  • Podcasts
  • Ebooks
  • Infográficos
  • Histórias
  • Publicações em mídias sociais
  • Webinars

Aconselho enfaticamente ter um núcleo central de conteúdo publicado em seu próprio site que possa ser reaproveitado e compartilhado em outros sites ou plataformas. Certifique-se de que esse conteúdo central seja valioso, acionável e compartilhável.

Um aviso: quando se está começando, é fácil ficar empolgado e começar a criar uma grande variedade de tipos de conteúdo diferentes.

Seja qual for a sua escolha, não exagere: se quiser estabelecer autoridade e ser visto como um líder de pensamento, você deverá publicar conteúdo de forma consistente.

Especialmente quando seus recursos são limitados, é muito melhor concentrar seus esforços em um número limitado de formatos (mesmo que seja apenas um) em vez de se dispersar. Um blog abandonado ou um canal do YouTube não está fazendo nenhum favor a ninguém.

Antes de fazer uma escolha final, pergunte a si mesmo: O que posso continuar fazendo repetidamente?

 

Etapa 4 - Canais: onde você divulgará a notícia?

Detesto dizer isso a você, mas se um blog, vlog ou podcast for o centro de sua estratégia de conteúdo, seu trabalho não estará concluído depois de apertar o botão de publicação. Já se foi o tempo em que as pessoas simplesmente vinham e verificavam se você tinha um novo post no blog (e sim, eu testemunhei a existência dessa era).

Como o seu conteúdo será encontrado, acessado e compartilhado após ser publicado? Onde você promoverá e distribuirá todo esse material suculento e bom?

Sua melhor aposta para atrair a atenção para o seu conteúdo é serví-lo onde seu público já está. É muito mais fácil encontrá-los lá do que tentar tentá-los a visitar um lugar que eles não costumam frequentar. Concentre seus esforços nas plataformas que seu público já usa ou onde você já tem uma presença bem-sucedida. Você sempre poderá expandir mais tarde.

Não tem certeza de onde colocar uma estaca no solo virtual? Dê outra olhada nas análises do site. Em Google Analytics, vá para Acquisition>Social>Overview para ver as principais mídias sociais em que seu conteúdo está sendo compartilhado. Buzzsumo permite que você encontre dados semelhantes por meio da ferramenta de análise de conteúdo deles.

Outro canal que é simplesmente perfeito para distribuir seu conteúdo é o e-mail. Os assinantes de sua lista de email já demonstraram interesse em sua empresa ou em seus produtos, portanto, é uma ótima ideia enviar conteúdo relevante a eles regularmente e incentivá-los a acessar seu site. Uma nova postagem relevante no blog é a desculpa perfeita para enviá-los.

 

Etapa 5 - História da marca - Quem é você?

Antes de realmente entender seus clientes, você precisa entender a si mesmo. Se você não quiser acreditar em minha palavra, acredite na palavra do evangelista de marketing de conteúdo Joe Pulizzi. De acordo com Pulizzi, é fundamental criar uma identidade separada e exclusiva. Para desenvolver uma marca duradoura e memorável que o diferencie de todos os outros no mercado lotado em que você está competindo.

Então, diga-me, você tem uma resposta clara para essas perguntas?

  • O que você e sua empresa têm de especial?
  • Qual é o seu ponto de vista? Sua perspectiva?
  • O que sua empresa representa?
  • Como você se sente?
  • O que o torna diferente de seus concorrentes mais próximos?

Nos dias de hoje, é incrivelmente difícil criar um produto ou serviço que seja realmente único por si só. Isso significa que seus clientes em potencial precisam saber eexatamente o que torna o seu diferente. 

Seu público quer saber quem você é e o que você representa. Você precisa ir além do que o seu produto ou serviço oferece, e é aí que entra o conteúdo. Para provar por que vale a pena comprar da sua empresa, primeiro você precisa provar por que vale a pena ouvi-lo.

Certifique-se de dedicar algum tempo para esclarecer sua missão, seu posicionamento e propósito. Defina os benefícios mais importantes de sua marca. E, por fim, mapeie a personalidade, a voz e o tom de sua marca. Eles são a expressão e a personificação da personalidade, das crenças e dos valores de sua empresa.


Você tem uma estratégia de conteúdo clara? Ou está adotando a abordagem do espaguete contra a parede? Deixe-nos saber nos comentários!

E não se esqueça de voltar na próxima semana para conferir a Terceira parte de nossa aula magistral de marketing de conteúdo sobre como gerar ideias para seu conteúdo!

obter Salesflare

Esperamos que você tenha gostado desta postagem. Se gostou, espalhe a notícia!

👉 Você pode seguir @salesflare em Twitter, Facebook e LinkedIn.

Anouck Meier